Home > Economia e Política no Mundo > A Crise na Europa e nos EUA: Teorias, Soluções e Desafios

A Crise na Europa e nos EUA: Teorias, Soluções e Desafios

Confira aqui no blog Marx21 as gravações da conferência “Digging Out from Crisis and Austerity in Europe and The United States: Finance, Job Creation, Public Ownership and Green Recovery“, realizada no Political Economy Research Institute (PERI) em 22 de abril de 2011. O evento contou com a participação de Dominique Plihon, Robert Guttman, Mark Kesselman, Jerry Epstein, Bob Pollin, entre outros. O tema principal foi a crise econômica nos EUA e as repercussões na Europa. O diagnóstico geral do encontro foi o de que o continente europeu sofrerá muito mais do que os EUA por conta da crise. Isso porque a união monetária da zona do euro não tem a sua disposição instrumentos fiscais que lhe permitam ajustar assimetricamente as conta dos países membros. A situação dos países superavitários, como a Alemanha, se contrasta com a realidade dos PIIGS (Portugal, Irlanda, Itália, Grécia e eSpanha). O domínio do monetarismo é quase absoluto dentro do Banco Central Europeu. E o resultado final da crise dependerá essencialmente dos conflitos de classe. A França, por exemplo, tem um cenário político-econômico similar ao dos EUA: cortes persistentes de impostos para os mais ricos, somados ao crescentes pagamentos de juros sobre a dívida pública, elevaram demasiadamente a relação dívida/PIB. No caso da Alemanha, tido como um exemplo de “sucesso” na zona do euro, percebe-se que o superávit comercial e o maior crescimento econômico foram conquistados às custas dos assalariados, que viram o salário real estagnar mesmo com o aumento contínuo da produtividade do trabalho. Assim sendo, a maior competitividade alemã é resultado direto do enfraquecimento, planejado pelo Estado, dos sindicatos e uniões laborais. Ao que tudo indica, o cenário mais provável para a Europa é o de uma futura “década perdida”, assim como o Japão nos anos 1990 ou a América Latina nos anos 1980.
.
Clique aqui para ver o poster do evento. Abaixo seguem os títulos das mesas e os links para os arquivos de áudio. As apresentações foram realmente muito boas. Não deixe de conferir:
.

Austerity and Crisis in Europe: How We Got Here and How to Get Out

[Mesa 1 – Clique aqui para o áudio completo] Dominique Plihon, Paris-Nord University ; Robert Guttman, Hofstra University ; Mark Kesselman, Columbia University

[Mesa 2 – Clique aqui para o áudio completo] Jonathan Michie, University of Oxford; Bruno Tinel, Paris 1 Panthéon-Sorbonne University and Centre d’Economie de la Sorbonne

Financial Crisis and Reform

Gerald Epstein, PERI, University of Massachusetts, Amherst; Jane D’Arista, PERI, University of Massachusetts, Amherst; Jennifer Taub, Isenberg School of Management, UMass-Amherst

Economic Restructuring: Industrial Policy, the Green Economy and Cooperative Ownership Forms

James Heintz, PERI, University of Massachusetts, Amherst; Jonathan Michie, University of Oxford; Robert Pollin, PERI, University of Massachusetts, Amherst

.

  1. No comments yet.
  1. No trackbacks yet.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s