Home > Economia e Política no Mundo > Standard & Poors Coloca Dúvida Sobre a Nota AAA dos EUA

Standard & Poors Coloca Dúvida Sobre a Nota AAA dos EUA

A agência de classificação de risco Standard and Poors acaba de colocar um viés pessimista sobre a nota AAA da dívida dos EUA:

“Standard & Poor’s put a “negative” outlook on the U.S. AAA credit rating, citing rising budget deficits and debt. […] The Treasury Department projected that the government may reach the $14.3 trillion debt ceiling limit as soon as mid-May and run out of options for avoiding default by early July” [Bloomberg]

Aqui se vê claramente um dos lados negativos de termos um sistema monetário internacional que reflete a completa assimetria de poder entre os países. O plano original do Keynes no pós-Segunda Guerra era de que o sistema monetário deveria ser composto por uma cesta de moedas, e não por uma moeda única. Como a Europa e o Japão estavam destruídos, e como os EUA lideravam a economia mundial, o plano do Dexter White (então secretário do Tesouro norte-americano) se sobrepôs ao plano do Keynes. A destruição sofrida pela Inglaterra e a mudança do centro comercial e financeiro para os EUA impediram uma composição mais simétrica no sistema monetário internacional. Era o fim do padrão ouro tradicional, e o início do padrão dólar-ouro que perduraria até 1971, quando Nixon teve que colocar um ponto final definitivo na conversibilidade.

Agora com a crise mundial o problema é exatamente o contrário: nenhum país quer ser a moeda reserva do sistema! Nem Alemanha nem China. Ambos são bem sucedidos economicamente, com superávits comerciais robustos. Mas se o euro ou se o yuan se tornarem moeda reserva, como o dólar, a demanda por estas vai aumentar muito e muito capital entraria nestes respectivos países, o que causaria uma apreciação de suas moedas. Em tempos de crise mundial, apreciação de sua própria moeda é a última coisa que qualquer grande exportador quer. A China é bem enfática neste aspecto. Ela se torna uma potência econômica sem, espertamente, tornar o Yuan moeda reserva internacional.

A moral da história é: a crise deixa patente a completa falta de coordenação e planejamento da economia mundial. E cada país tem incentivos para tomar decisões que no curto prazo os beneficiam, mas que no longo prazo são um desastre coletivo. O Marx chamava isto de “anarquia da produção”. Na ciência econômica usa-se eufemismo “ciclos de negócios”.

.

(*) Agradeço ao colega Felipe Borim por ter enviado o link.

.

.

  1. 18 April, 2011 at 22:09

    Acho que isso se chama: ausência de um Estado Internacional…

    • 19 April, 2011 at 18:07

      Fala Manoel,

      O que você quer dizer com um “estado internacional”? O que seria isso?

      abraços,

  2. 19 April, 2011 at 21:25

    Você disse: “Marx chamava isto de “anarquia da produção”. Na ciência econômica usa-se eufemismo “ciclos de negócios”

    Mas a questão nesse caso, não é anarquia da produção, mas ausência de um Estado Internacional ou Governo internacional capaz de regular ou impor regras sobre o mercado. No interior do Estado, pode haver mais ou menos livre mercado, mas na esfera internacional, é anarquia política, não econômica.

    abçs
    Manoel

    • 19 April, 2011 at 23:21

      Você realmente acha que não há anarquia da produção na esfera internacional? Acho estranho este tipo de argumentação. Uma das coisas mais evidentes desde a primeira guerra mundial é a anarquia da produção internacional. As duas guerras mundiais são fruto disto, assim como a recessão nos EUA na década de 1970, e assim como a atual crise. A recessão nos EUA dos anos 1970 foi um produto direto da anarquia da produção entre EUA, Europa e Japão.

  1. No trackbacks yet.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s