Home > Economia e Política no Brasil > Brasil, Irã e o Conselho de Segurança da ONU

Brasil, Irã e o Conselho de Segurança da ONU

“No dia 24 de março, o Brasil apoiou a resolução do Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas que instituiu um Relator Especial para investigar a situação no Irã. Esse tipo de relator sobre um país específico, do ponto de vista simbólico, representa o nível mais alto de questionamento sobre o estado dos direitos humanos. […] Evidentemente, tais ações só puderam ser tomadas e só tiveram efeito porque havia um certo grau de confiança na relação entre Brasília e Teerã, grau de confiança que não impediu que o presidente Lula tenha demonstrado ao presidente iraniano o absurdo de suas declarações que negavam a existência do Holocausto ou que propugnavam pela eliminação do Estado de Israel. Parece-me muito improvável que o governo brasileiro se sinta à vontade para esse tipo de démarche depois do voto do dia 24. Ou caso se sinta, que os nossos pedidos venham a ser atendidos. Muito menos terá o Brasil condições de participar de um esforço de mediação como o que empreendemos com a Turquia, em busca de uma solução pacífica e negociada para a questão do programa nuclear iraniano (o que, certamente, fará a alegria daqueles que desejam ver o Brasil pequeno e sem projeção internacional)”

Celso Amorim, Carta Capital

  1. Márcio
    12 December, 2011 at 21:44

    Parece piada o Brasil pleitear uma cadeira permanente no conselho de segurança. Há vários motivos, mas falarei apenas sobre minha área de atuação, o setor militar. Quem são os 5 permanentes? EUA, China, Russia, França e Reino Unido. Qual desses países possuem Forças Armadas (FFAA) tão sucateadas, tão mau pagas, tão humilhadas, tão abandonadas pelo governo como as nossas? Esses países estão aptos a intervir em várias partes do mundo em curto espaço de tempo e no momento que for necessário, e o Brasil. Não sei se por revanchismo dos últimos governos para com os militares, não sei se por pura incompetência ou irresponsabilidade mesmo, o fato é que hoje o Brasil está totalmente desguarnecido militarmente, haja visto os relatórios divulgados pelas FFAA em março e novembro, versando sobre seu sucateamento. Navios, submarinos, carros de combate, aviões, helicópteros, armamentos em geral, tudo ultrapassado, mau manutenido (não por culpa dos militares, mas pela falta de dinheiro vindo do Palácio do Planalto), etc. Para recuperar um avião, por exemplo, dois ou três têm que ser canibalizados, ou seja, terem peças que ainda funcionam retiradas para o primeiro, que ainda tem alguma chance de voar. Mas esse não é o único problema. O pior é o tratamento ao mais importante das FFAA, o elemento humano. Quem opera equipamentos, viaturas, aviões, etc, são homens, seres humanos. Mas estamos sendo tratados como uma sub-classe de trabalhadores. O governo nos deixa anos sem reajustes salariais, e quando concede, não repõe nem a inflação, enquanto outras categorias que recebem da mesma fonte, a União, são tratadas de maneira digna, com vencimentos que lhes garante e às suas famílias uma boa condição social. Resultado disso? Cresce a evasão de militares de carreira das três forças. Pessoas altamente qualificadas, que passaram por anos de cursos, aperfeiçoamento e especialização, são obrigadas a mudar de profissão para garantir uma vida melhor às suas famílias. Enquanto diminui a cada ano a quantidade de jovens que se interessam por nossas escolas de formação, pois eles sabem que um futuro sombrio os aguarda nas FFAA e que podem conseguir uma vida muito melhor em qualquer outra profissão do setor público ou privado. Diante disso, é hilário o fato do Brasil sonhar com um lugar ao lado dos EUA, França, etc, tendo um poderio militar tão pífio. Falta de recursos humanos, não é. É pura falta de respeito dos últimos governos, falta de responsabilidade, de comprometimento com a nação. Se eu fosse a Dilma, eu teria vergonha de sequer tocar no assunto com o Barack Obama. Cara a cara, ele deve agir com diplomacia, mas pelas costas deve rolar no chão de tanto rir dessa PIADA chamada BRASIL!

  1. No trackbacks yet.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s