Home > Economia e Política no Mundo > A Criatura e o Criador

A Criatura e o Criador

21 September, 2009 Leave a comment Go to comments

Com a recente crise do capitalismo, recorrentemente vemos “especialistas” apontando para as causas essenciais do problema: ou culpam os indivíduos ou culpam o Estado. A culpa é do indivíduo quando há uma suposta inclinação em demasia ao risco, ou mesmo a presença de uma excessiva ganância. A culpa é do Estado quando há uma sensação de que o capitalismo “funciona” sob controle e regulação Estatal; mas que se auto-aniquila sem a devida intervenção e supervisão por parte de agências públicas. Os neoclássicos são imputados pela primera, e os keynesianos pela segunda.

Uma pequena forma de ver tais argumentos é uma rápida leitura da seguinte entrevista com Scholes, prêmio Nobel em Economia em 1997 e co-criador do modelo Black-Scholes de precificação de derivativos na década de 1970. É incrível como a “culpa” nunca é do capital enquanto forma de sociabilidade. Confira.

.

  1. No comments yet.
  1. No trackbacks yet.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s